O Sábado era ou não guardado antes do êxodo?

Uma possível dificuldade em responder essa pergunta reside no fato de não haver um texto específico indicando que o sábado deveria ser guardado antes da apresentação da lei no Sinai. Entretanto, essa exigência se mostra não obrigatória pois há outras informações bíblicas que não possuem uma descrição explícita, mas ainda assim são tidas como verdadeiras…

Continue lendo

A ressurreição da esperança!

Essa pandemia vai passar? Teremos paz algum dia? Seremos pessoas melhores depois de tudo isso? A felicidade plena será possível? Um dia, a dor de ver os amados morrendo acabará? A julgar pela história humana de luta após luta, parece que não. Pois, mesmo que a pandemia passe, outra dor virá. Caminhamos em uma estrada…

Continue lendo

Tudo é relativo?

A versão relativística do relativismo. Temas como verdade, política, religião e felicidade são vistos como assuntos que não devem ser debatidos, pois são completamente dependentes do ponto de vista, portanto relativos. Sendo assim, a distinção entre o que é certo e errado passou a ser tão subjetiva que o único conselho aceitável é “Se te…

Continue lendo

O estranho vazio do primeiro natal

Quando pensamos sobre o nascimento de Jesus, episódio lembrado em cada natal, sempre há algo diferente que nos chama a atenção. É nesse contexto que eu gostaria de perguntar: O que te chama a atenção na história do nascimento de Jesus? Seria o local? A concepção miraculosa? A coragem e fé de José ao aceitar…

Continue lendo

Quem é o Eu Sou? 9 – Um Deus que respeita sua criação.

Recentemente li um artigo que me chamou a atenção pelo comportamento inusitado que descrevia: Os homens japoneses estavam cada vez mais substituindo o relacionamento com mulheres reais por bonecas de silicone super realistas. A essas “mulheres”, os proprietários dedicam tempo, compram joias e levam para passear, por outro lado, tem a liberdade de ter “relações”…

Continue lendo

Quem é o Eu Sou? 7- Um Deus que não esquece, mas se esquece.

Você já parou para reconhecer a dádiva que é o esquecimento? Imagina o caos que seria caso pudéssemos lembrar de cada episódio que vivemos como se ele houvesse ocorrido há alguns momentos atrás. É verdade que isso nos permitiria desfrutar continuamente dos sentimentos felizes gerados na vivência de boas experiências, porém também precisaríamos conviver com…

Continue lendo