Poesia: Ele (por Assad Bechara)

Ele

Ele é a música que inspira os meus versos,

as frases do meu louvor,

a Letra que rege a minha composição.

É Ele quem solfeja as minhas partituras

e orquestra as minhas dissonâncias.

Ele é o Compasso da minha respiração…

O Sopro do Cenáculo é o meu alento,

o Diapasão das minhas notas.

Ele é a Rima da minha poesia,

a alma das minhas palavras,

e o Dicionário dos meus silêncios…

Ele é o Amazonas Infinito

dos meus igarapés,

a completude oceânica das minhas gotas.

Ele controla os mares encrespados

e ouve o grito abafado perdido entre vagas e procelas.

O Senhor das Ondas

navega acima faz minhas tempestades

e me guia  nas planícies do Oceano Pacífico…

Ele é o Farol das minhas sombras.

O Gentilíssimo não Se afasta das minhas emergências…

A Ternura Compassiva sonda os meus crepúsculos

e quando densas sombras me envolvem.

Quando as minhas folhas se murcham

e as pétalas estão secas,

Ele me hidrata com a suavidade do orvalho.

Ele é o ribeiro cristalino que percorre

os meus desertos,

a Sombra da Palmeira no ardente zênite das dunas.

Ele é a Água de Vida para os lábios sedentos…

A doce Tâmara que me revigora na jornada…

O médico dos médicos é o ritmo da minha respiração,

o Bálsamo da minha dor,

a cura dos meus impossíveis…

Ele não me deixa

na profundidade desconhecida dos vales…

Ele nunca me perdeu de vista

mesmo quando estive longe…

Ele quem me resgata das minhas tangências

e dos meus extravios…

O Regente das Galáxias me ama

e não abandona este ínfimo grão de areia…

O Matemático do Universo

sabe calcular os meus algarismos intrincados

e arruma as minhas órbitas…

O Algebrista Divino conhece as minhas rotações

e as minhas geometrias…

Ele sabe as curvas do meu voo.

Porque nem altura nem profundidade

nem longitude nem latitude,

nada poderá me separar do

grande amor de Deus.

 

Assad Bechara


Autor do Blog:
Rafael Christ Lopes
Você tem algum comentário sobre esta postagem? Envie para este e-mail: cristianismoabsoluto@gmail.com