Introdução a série: Quem é o “Eu Sou”?

Em sua última prece ao Pai, antes de ser preso, Jesus fez uma tácita declaração. “Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”. Jo 17:3, NVI. Só por tratar da vida eterna, ou seja, da superação da morte, que têm causado tanta dor e angústia ao longo da história e cuja presença nunca fora bem assimilada por qualquer cultura, essa declaração já possui um peso extraordinário. Entretanto, se considerarmos que no contexto judaico-cristão vida eterna significa mais do que a mera superação da morte. Mas consiste em superar a infelicidade, de qualquer natureza. É uma vida sem a interrupção da morte, ou com a presença de qualquer sentimento ruim. Vida esta que não podemos vislumbrar completamente porque somos um povo nascido em dores e que vive em um mundo onde se alternam os sentimentos de tristeza e felicidade. Essa declaração demonstra possuir o segredo máximo de toda existência humana. Complementando, Jesus demonstra que seu objetivo maior foi revelar o Pai “Eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer”. Jo 17:4, glorificando-o perante os homens.

Portanto, se conhecer a Deus é o segredo para alcançarmos a vida perfeitamente feliz, deveríamos fazer desse objetivo o principal foco de nossas atividades. Contudo, devido as inúmeras representações de Deus que temos no mundo pluricultural de hoje (só no cristianismo são mais de 20000 denominações) fica difícil saber em que direção seguir a fim obter esse conhecimento. Especialmente, quando pensamos em Deus através do prisma denominacional costumamos nos focar no que cada visão acredita, e então passamos a falar mais de crenças e doutrinas do que do próprio Deus. Por essa razão estamos começando essa série com o objetivo de apresentar as principais e mais essenciais características do caráter de Deus e despertar em você o desejo de prosseguir nesse conhecimento.

Essa série possui o título de “Quem é o ‘Eu sou’? ”, inspirado no texto: “E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós.” Ex 3:14, no qual Moisés, agora um morador do deserto, tem um encontro com Deus, e Este se apresenta a Moisés dessa forma. Ao entrar em contato com o “Eu Sou! ”, sua vida é completamente revolucionada e ele então segue uma nova jornada de libertação, tanto própria, como de todo o povo hebreu. Por tanto, a principal motivação desta série é trilhar uma jornada de conhecimento do caráter de Deus que independem de denominação religiosa mas que são revelados limpidamente em sua palavra e experimentar uma libertação semelhante à que experimentou o povo hebreu.

Os temas e a linha geral seguidos são inspirados no livreto: “Fundamental Focus” produzido pelo ministério americano “Genesis Road” .

Espero que essa jornada seja significativa para você!

Deixe uma resposta